Topo » Loja » MINIATURA 1/43 »

R$249.90

FIAT STANGUELLINI FORMULA JUNIOR FRITZ D'OREY GP PREMIO MESSINA

FIAT STANGUELLINI FORMULA JUNIOR
I GP GRAN PREMIO DI MESSINA - 23/ 08/ 1959
CIRCUITO LAGHI DI GANZIRRI MESSINA ITALIA
FRITZ D'OREY - 1º LUGAR

( 2º lugar, outro Brasileiro também com o Fiat Stanguellini - Christian "Bino" Heins )

Fritz D'Orey (Frederico José Carlos Themudo D’Orey) nasceu em São Paulo no dia 25 de março de 1938, filho de imigrantes portugueses, descendentes de alemães. Morando no bairro Jardim Europa e estudando no Colégio São Luiz ganhou o apelido de Fritz devido à sua ascendência germânica.

Seu pai, empresário do ramo de importações tinha a exclusividade de importação dos carros Packard, Hudson e Renault para a América do Sul, a loja chamava-se Auto-Geral, na Rua Barão de Campinas em São Paulo e com filiais em várias cidades. Foi nesse ambiente que Fritz cresceu e naturalmente apaixonou-se por carros, passando a freqUentar assiduamente o Autódromo de Interlagos.

Diz que sua primeira corrida foi aos 17 anos a bordo de um Jaguar XK, em Interlagos, onde organizavam-se corridas extra-oficiais todo final de semana. Seus pais sabiam de sua paixão e conhecendo os riscos não o apoiavam

Já com 20 anos, em 1958, comprou o carro com que se consagrou no automobilismo brasileiro, a Ferrari/Corvette 1951, Mecânica Nacional, de Celso Lara Barberis, e que Chico Landi havia ganho de Getulio Vargas, passa a correr pela Equipe Tubularte de José Gimenez Lopes e Chico Landi. Com esse carro Celso havia vencido a primeira edição dos 500 Quilômetros de Interlagos e Fritz venceu a segunda edição.

Na prova de Buenos Aires lá estava Juan Manuel Fangio, penta-campeão mundial de F1, que havia parado de correr no ano anterior.
Observando Fritz, que liderou a prova até que faltando 9 voltas quebrou o eixo de seu carro, mas sua atuação chamou a atenção de Fangio que o convidou a participar da equipe de F1 que estava montando para correr na Europa, era a “Scuderia Centro-Sud” que teria 1 piloto argentino, 1 uruguaio e Fritz seria o brasileiro.

Dos três o único a correr foi Fritz, os outros não passaram dos testes. Foi o quarto brasileiro a correr na F1, antes dele foram: Chico Landi entre 1951 e 1956, Gino Bianco em 1952 e Hernando da Silva Ramos entre 1955 e 1956, mas Fritz correu também em outras categorias (Esporte, GT, Subida de Montanha e Fórmula Jr.).

Sua ultima participação na Fórmula 1 foi o Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1959, disputado em 12 de dezembro na pista de Sebring. É inscrito como piloto da equipe Camoradi, escuderia que participava do Campeonato Mundial de Esporte Protótipo, sendo a única participação do chassi Tec-Mec F415 e motor Maserati. Na corrida preliminar de Formula Junior, termina em segundo, fazendo a melhor volta do circuito. Na prova principal, larga em décimo sétimo entre 22 inscritos e abandona após seis voltas com problemas mecânicos. A corrida foi vencida por Bruce McLaren.

Contratado pela Ferrari em 1960, participou das 12 Horas de Sebring; e teve a carreira precocemente interrompida ao sofrer um grave acidente nos treinos de classificação da 24 Horas de Le Mans de 1960, em quando após uma fechada a 270 km/h, o frágil carro bateu em uma árvore, se partiu ao meio e ele ficou jogado na pista, com traumatismo craniano, entre outras lesões, tendo de passar oito meses em recuperação encerrando prematuramente sua promissora carreira. Não marcou pontos do campeonato.
Voltando ao Brasil, tornou-se empresário da construção civil com sucesso até se aposentar. Mora no Rio de Janeiro.


Réplica 1/43 Resina PU com pó de alumínio
Detalhes em photoetchd e metal zamak
Interior detalhado
Reprodução fiel da versão utilizada no GP Di Messina

Pesquisa - Bandeira Quadriculada / Paulo Peralta

Revisões
Fabricantes
Pesquisa Rápida
 
Use palavras-chave para encontrar o produto que você procura.
Pesquisa avançada
Informações da Marca
outros produtos
produtos compartilhados
Compartilhe via E-Mail
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter
Idiomas
pt-br English
VOLAREBRASIL - RÉPLICAS EM ESCALA 1/400 AERONAVES CLÁSSICAS BRASILEIRAS E MINIATURAS 1/43 DO AUTOMOBILISMO BRASILEIRO.
REVISTA COLECIONISMO BR`` A Mais Nova Tradição No Colecionismo Brasileiro´´.
www.volarebrasil.net.br
www.facebook.com/revistacolecionismobr
volarebrasil@volarebrasil.net.br
.

ATENÇÃO! Ao receber solicitações com o nome/email da VOLAREBRASIL e REVISTA COLECIONISMO BR, com pedidos de pagamento on-line,
solicitações para baixar arquivos, solicitações para links redirecionados...
Informamos que NÃO enviamos e-mails com estas solicitações. São falsas comunicações.